Nublado a parcialmente nublado com chuva fraca

Máxima: 30 ºC
Mínima: 18 ºC

Navegando: Indisponível

Coluna 14: A Venezuela bolivariana de hoje
Publicada dia 27 de Novembro de 2005

A Venezuela bolivariana de hoje

Brasil e Venezuela sempre estiveram de costas um para o outro por séculos a fio. Até bem pouco tempo quase nada sabíamos a respeito da Venezuela, de seu povo e de suas lutas contra as desigualdades. Tínhamos uma noção deveras superficial a respeito de Simón Bolívar, respeitado general venezuelano, bem como a sua luta tenaz´para libertar as colônias da América do Sul do jugo espanhol.

Nesta empreitada de Bolívar, é justo que citemos o nome de José Inácio de Abreu e Lima, natural do Recife, filho do famoso padre Roma, fuzilado por ter sido um dos chefes da Revolução de 1817. Ele, Abreu e Lima, aqui perseguido por motivos políticos, fugiu para os Estados Unidos. E na longa trajetória de volta a seu país, militar que era, alistou-se nas tropas de Bolívar e participou das campanhas pela independência da Venezuela e da Colômbia, onde, por sua bravura e capacidade militar, foi promovido a general e chegou a chefiar com grande brilho o estado-maior do exército libertador.
A Venezuela dos nossos dias é governada por Hugo Chávez Frías, um cidadão sul-americano cioso do papel que tem a desempenhar na condução do seu governo em prol dos venezuelanos carentes e descendentes dos nativos da região. Ele não é um populista na acepção sociológica do termo, mas um homem imbuído em elevar os seus patrícios pobres a melhores condições de vida e de consumo. Para ele, não tem aquela história conservadora de ensinar a pescar. Muito pelo contrário, ele tem que tirar da miséria, do atraso e do analfabetismo milhares de patriotas seus de ascendência ameríndia como ele próprio.

Em 1992, o inexperiente tenente-coronel Hugo Chávez, consciente de que representava os setores mais necessitados de seu país, tentou derrubar o governo conservador e corrupto de Carlos Andrés Peres. Foi o seu grande erro e até hoje é lembrado pelos seus opositores como um golpista. Mas ele era um golpista no sentido mais nobre da palavra, pois esperava com sua atitude dar um basta na desenfreada privatização do estado por elementos que serviam o país apenas para se locupletar e tirar proveito da produção de petróleo, cujos lucros exorbitantes nunca foram repassados ou distribuídos entre os seguimentos mais pobres e desvalidos da Venezuela.

Pela tentativa de golpe, Chávez amargou dois longos anos de prisão, onde maturou a idéia de ingressar na política e fundar um partido. Ele, no entanto, não quis se submeter aos partidos dominados pelas oligarquias e em 1997 oficializou o “Movimento V República” e no ano seguinte foi eleito presidente da república, em primeiro turno, por esmagadora maioria.

Chávez, de imediato, convocou uma assembléia nacional constituinte que culminou com a promulgação de uma carta política moderna na qual o povo pode decidir revogar o mandato do presidente caso ele não corresponda às expectativas para as quais foi eleito. A nova constituição também assegurou o controle das estatais pela sociedade e o direito do povo pobre de se beneficiar dos lucros obtidos pela indústria do petróleo os quais sempre foram negados.

Com a nova carta política, Chávez se submeteu em 2000 á nova eleição, obtendo expressiva vitória e apoio do povo para dar seguimento às reformas estruturais de que o país necessitava para tornar uma nação mais justa e democrática.

Ao longo dos seus mandatos, Hugo Chávez tem tomado decisões que geraram a ira dos poderosos interesses do próprio funcionalismo e das classes empresariais. Deu andamento à reforma agrária e controlou mais efetivamente as empresas estatais, especialmente a “Petróleos de Venezuela S.A.” PDVSA. Isto gerou reações e má-vontade por parte do governo dos Estados Unidos, sempre preocupado em não deixar o americano sem gasolina. Em abril de 2002, a reação aos processos de reformas produziu uma oposição raivosa ao seu governo. Os meios de comunicação dominados por opositores e setores conservadores apoiaram a deposição de Hugo Chaves. No governo, os golpistas colocaram um patético representante das indústrias como reação às iniciativas em benefício do povo carente da Venezuela.

De imediato o mundo toma conhecimento da deposição de Chávez e a TV CNN transmitiu a fala do porta-voz da Casa Branca felicitando o povo venezuelano pela deposição do presidente em nome do governo e povo dos Estados Unidos. Bush estava feliz porque o petróleo bruto do nosso vizinho continuaria a fluir para as refinarias americanas e os consumidores não teriam solução de continuidade em abastecer seus automóveis. Afinal de contas, a Venezuela é o quarto maior fornecedor dos Estados Unidos com cerca de um milhão e meio de barris por dia.

Tão trágico quanto cômico para o mundo civilizado foi ver pela televisão o presidente golpista no palácio de Miraflores ouvindo de um assecla a leitura da destituição dos ministros de Caves, sob a ovação de gente bem vestida que foi a palácio assistir ao pronunciamento do novo “presidente” à nação. Documentário, posteriormente divulgado, registrou momentos de falta de respeito dos golpistas em relação aos ministros destituídos do governo constitucional. Este trabalho foi feito por cinegrafistas europeus e apresentado no mundo inteiro, mostrando a falta de seriedade dos que derrubaram Chávez. A reunião era mais uma chacota do que um encontro de pessoas sérias e preocupadas com os destinos do país. Era uma reunião de regozijo por se livrarem do estorvo que Chávez representava para eles em relação ao usufruto das benesses da máquina estatal.

Após dois dias de prisão numa ilha do Caribe, Chávez volta triunfalmente ao poder graças à pressão provocada pela mobilização de grandes massas populares que foram às ruas ao saber da verdade a respeito da deposição do seu presidente. E Chávez voltou ao poder com o apoio também de militares leais a seu governo constitucional.

Algum tempo depois e ainda não satisfeitos com perda de privilégios seculares, as ditas classes conservadoras, com o apoio de empregados das estatais, promoveram greves e mais greves em favor de um plebiscito revogatório do mandato presidencial. Mais uma vez, depois de longo impasse, o eleitorado venezuelano votou pela permanência de Hugo Chávez à frente dos destinos da Venezuela.

A situação está calma porque a oposição não tem mais argumentos para tentar desestabilizar o governo. Mas em 2003, em razão de sucessivos encontros com o presidente brasileiro, a oposição tentou processar o presidente porque viajou ao Brasil sem permissão do parlamento. E Chávez solenemente disse: “Eu não saí de meu país. Fui ao Brasil e, portanto, não saí da América do Sul, que é nossa grande pátria.” Este fato, por si só, demonstra um ideal bolivariano de considerar a América do Sul um só país unido e solidário para enfrentar e sobreviver diante de um mundo neoliberal e globalizado.

Hugo Chávez é um homem que deve ser tratado com o respeito de que se faz merecedor. Ele é achincalhado pela imprensa talvez porque tenha cara de índio aruaque e por isso deve ser tratado sem o devido respeito. Tanto ele quanto o presidente do Peru, Alexandro Toledo, não são aceitos pelas chamadas elites em virtude da ascendência ameríndia e humilde deles, assim como certos setores não toleram o nosso presidente Luiz Inácio da Silva, um torneiro-mecânico.

Um presidente norte-americano disse certa vez que “não há amizade entre nações e sim interesses”. Verdadeira ou não a assertiva, o fato é que a refinaria de petróleo acalentada pelos pernambucanos e prevista há mais de meio século, tornar-se realidade com o empenho do presidente Chávez em bancar 50% dos custos de construção. A usina será em Suape e terá a capacidade nominal para processar 200 milhares de barris de petróleo por dia, usando, para tanto, parte da matéria-prima proveniente da Venezuela.

O bolivariano Chávez dá, mais uma vez, prova cabal de carinho e atenção para com nosso País. E quer homenagear Abreu e Lima, um homem que foi general de dois Exércitos, dando-lhe o nome da refinaria que recentemente foi anunciada pelos dois presidentes, em Brasília, e saudada por nós como o reinício da recuperação econômica de Pernambuco que precisa voltar ao seu lugar de destaque no Nordeste e no Brasil.

É de justiça enaltecer o caráter solidário do presidente venezuelano em ajudar o seu colega equatoriano durante a greve dos trabalhadores da produção de petróleo. A Venezuela simplesmente ofereceu o seu petróleo para que o Equador continuasse a honrar seus compromissos de comércio exterior e que não houvesse interrupção da entrega do produto aos importadores. Quando do fim do movimento grevista, o Equador reporia o petróleo à Venezuela. Gesto digno de um estadista solidário com um país irmão em dificuldades.

E dizer ainda que recentemente um irresponsável “pastor” americano de nome Pat Robertson sugeriu ao presidente Bush que mandasse eliminar pura e simplesmente o presidente Hugo Chávez, porque sairia mais barato do que enfrentar a Venezuela numa possível guerra em busca do seu petróleo, como a que aconteceu no Iraque e que vem afundando as finanças norte-americanas. E pensar que estas palavras provieram de um sacerdote que diz pregar a palavra de Deus...

Então, se castigo existe, ele veio, não a cavalo como se dizia antigamente, mas a bordo de um avião supersônico vez que um furacão logo depois destruiria uma famosa cidade, deixando atrás de si um rastro de escombros, de miséria e de pobreza dos negros que não puderam, como a minoria branca, deixar Nova Orleans antes da destruição dos diques pela fúria dos ventos.

Por fim, é de se registrar a criação da Telesur, um sistema de televisão voltado para a difusão de notícias e da cultura dos países sul-americanos e do Caribe. Será uma emissora cujos programas serão produzidos com uma visão continental para fazer frente às redes de notícias Fox News, CNN e BBC World nem sempre isentas em relação aos acontecimentos registrados nesta porção sul da América. Vários países já aderiram a esse consórcio televisivo. Nosso país manifestou desejo de também colocar no ar uma emissora para divulgar as coisas do país e porque não dizer também do continente. Esses empreendimentos venezuelano e brasileiro não se chocam, mas se complementam e serão importantes instrumentos de divulgação da nossa visão de mundo e também alcançar os sul-americanos espalhados pelo mundo inteiro.

Por fim, registramos que, desde o final de outubro deste ano, a Venezuela é considerada pela Unesco território livre do analfabetismo, pois tem mais de 95% das pessoas acima dos 15 anos completamente alfabetizadas. Esta notícia deve mexer com os brios dos brasileiros, especialmente dos governantes e educadores para que possamos conquistar este laurel da Unesco o mais rápido possível. Nosso povo merece, pois já esperou demais.

Pau Amarelo PE 27 de novembro de 2005

Orlando Calado é bacharel em direito.


Colunas anteriores:

Coluna 245 - 10/05/2017 - Pleito de gratidão a Dirceu e Ludgero
Coluna 244 - 14/04/2017 - Historia Municipal - A morte do mesário eleitoral
Coluna 243 - 13/02/2017 - Treze anos sem Sebastião Soares Cintra
Coluna 242 - 27/01/2017 - Injustiça imperdoável
Coluna 241 - 22/01/2017 - Sem memória não há História
Coluna 240 - 18/12/2016 - Felipe Manso, o prefeito que não foi
Coluna 239 - 05/12/2016 - Osvaldo Maciel, um grande Homem
Coluna 238 - 30/11/2016 - O Açude do Doutor Olavo
Coluna 237 - 24/11/2016 - São Bento, vida política e administrativa em 1930
Coluna 236 - 20/06/2016 - Cadê as coisas que deixei?
Coluna 235 - 14/06/2016 - O Sindicato Pastoril de S. Bento, um avanço para a época
Coluna 234 - 07/06/2016 - Esmeraldino Bandeira, um esquecido na nossa História
Coluna 233 - 05/06/2016 - Tributo ao prefeito Manoel Cândido, de São Bento
Coluna 232 - 29/05/2016 - Agamenon Magalhães e São Bento do Una
Coluna 231 - 11/09/2015 - As meretrizes da São Bento dos velhos tempos
Coluna 230 - 30/04/2015 - Por que nossa data magna municipal é o 30 de abril?
Coluna 229 - 06/02/2015 - Rodolfo Paiva, um são-bentense honorário
Coluna 228 - 03/01/2015 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (6)
Coluna 227 - 02/01/2015 - Monsenhor José de Anchieta Callou
Coluna 226 - 27/12/2014 - Padre Joaquim Alfredo, um mártir
Coluna 225 - 19/09/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (5)
Coluna 224 - 29/07/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (4)
Coluna 223 - 15/07/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (3)
Coluna 222 - 23/06/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (2)
Coluna 221 - 05/06/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (1)
Coluna 220 - 15/05/2014 - Uma pena: Clávio de Melo Valença nos deixou
Coluna 219 - 13/05/2014 - O que foi feito de nossas coisas antigas? Cadê?
Coluna 218 - 12/05/2014 - Zé Bico e Beni, dois são-bentenses notáveis
Coluna 217 - 09/04/2014 - Cícero Romão Batista, o santo do Nordeste do Brasil
Coluna 216 - 17/10/2013 - É hora de o político abrir os olhos
Coluna 215 - 02/10/2013 - A elite reacionária de ontem, de hoje e de sempre
Coluna 214 - 06/09/2013 - Custa caro um deputado federal pernambucano
Coluna 213 - 18/07/2013 - É duro ser um brasileiro comum, pagador de impostos
Coluna 212 - 14/07/2013 - Considerações várias sobre uma pequena cidade
Coluna 211 - 29/06/2013 - Lêucio Mota, estadista são-bentense do Una
Coluna 210 - 27/06/2013 - Nobre é a missão do professor
Coluna 209 - 21/06/2013 - Este País parece que não tem jeito mesmo
Coluna 208 - 16/06/2013 - Apolônio Sales, estadista brasileiro, o homem que tirou o Nordeste das trevas
Coluna 207 - 06/06/2013 - Registro histórico da posse de Gilvan Lemos na APL
Coluna 206 - 14/05/2013 - A grande seca de 2013
Coluna 205 - 06/05/2013 - Quebra de sigilo bancário
Coluna 204 - 30/04/2013 - Datas notáveis de São Bento do Una, edição revista e ampliada
Coluna 203 - 26/04/2013 - E as bombas da maratona de Boston?
Coluna 202 - 16/01/2012 - Enaltecendo São Bento e a Festa dos Santos Reis
Coluna 201 - 30/04/2011 - São Bento do Una: 151 anos de governo próprio
Coluna 200 - 05/04/2011 - Padre João Rodrigues, o semeador de templos
Coluna 199 - 15/10/2010 - O espírito pioneiro são-bentense do Una (1)
Coluna 198 - 22/07/2010 - Jackson do Pandeiro, o ritmista virtuoso
Coluna 197 - 13/04/2010 - Datas notáveis de S. Bento do Una desde os primórdios ao centenário de sua emancipação política em 1960
Coluna 196 - 28/02/2010 - Legado à posteridade
Coluna 195 - 22/01/2010 - Considerações finais a respeito do Governo Provisório da República de 1889
Coluna 194 - 30/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (37) (Fim da Série)
Coluna 193 - 20/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (36)
Coluna 192 - 09/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (35)
Coluna 191 - 02/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (34)
Coluna 190 - 25/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (33)
Coluna 189 - 18/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (32)
Coluna 188 - 11/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (31)
Coluna 187 - 04/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (30)
Coluna 186 - 27/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (29)
Coluna 185 - 21/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (28)
Coluna 184 - 14/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (27)
Coluna 183 - 07/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (26)
Coluna 182 - 30/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (25)
Coluna 181 - 23/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (24)
Coluna 180 - 16/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (23)
Coluna 179 - 09/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (22)
Coluna 178 - 02/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (21)
Coluna 177 - 26/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (20)
Coluna 176 - 19/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (19)
Coluna 175 - 12/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (18)
Coluna 174 - 05/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (17)
Coluna 173 - 29/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (16)
Coluna 172 - 22/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (15)
Coluna 171 - 16/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (14)
Coluna 170 - 08/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (13)
Coluna 169 - 01/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (12)
Coluna 168 - 25/06/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (11)
Coluna 167 - 17/06/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (10)
Coluna 166 - 09/06/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (9)
Coluna 165 - 27/05/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (8)
Coluna 164 - 17/05/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (7)
Coluna 163 - 29/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (6)
Coluna 162 - 22/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (5)
Coluna 161 - 15/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (4)
Coluna 160 - 08/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (3)
Coluna 159 - 01/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (2)
Coluna 158 - 21/03/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (1)
Coluna 157 - 25/02/2009 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (14) (final da série)
Coluna 156 - 22/11/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (13)
Coluna 155 - 08/11/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (12)
Coluna 154 - 25/10/2008 - S.Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (11)
Coluna 153 - 18/10/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (10)
Coluna 152 - 11/10/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (9)
Coluna 151 - 27/09/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (8)
Coluna 150 - 20/09/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (7)
Coluna 149 - 13/09/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (6)
Coluna 148 - 06/09/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (5)
Coluna 147 - 30/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (4)
Coluna 146 - 24/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (3)
Coluna 145 - 16/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (2)
Coluna 144 - 09/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (1)
Coluna 143 - 02/08/2008 - O presídio de Fernando de Noronha e seu regime jurídico no final do Império (3/3)
Coluna 142 - 19/07/2008 - O presídio de Fernando de Noronha e seu regime jurídico no final do Império (2/3)
Coluna 141 - 12/07/2008 - O presídio de Fernando de Noronha e seu regime jurídico no final do Império (1/3)
Coluna 140 - 05/07/2008 - As comarcas de Pernambuco, do Sertão e do Rio de S. Francisco e a separação da última da província de Pernambuco
Coluna 139 - 28/06/2008 - A extraordinária figura de Dom João VI, primeiro e único rei do Brasil
Coluna 138 - 21/06/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (25) - O trabalho servil e as suas conseqüências danosas que fazem do Brasil um país de povo pobre
Coluna 137 - 14/06/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (24) - A abolição da escravatura no Ceará, a povoação de Boa Viagem do Recife entre outros assuntos
Coluna 136 - 07/06/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (23) - A crise no abastecimento de água no Recife. Relatório do governo: as chuvas diminuem a bandidagem
Coluna 135 - 31/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (22) - O projeto de lei de Joaquim Nabuco abolindo a escravidão e a chamada Lei Saraiva que restringiu o voto
Coluna 134 - 24/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (21) - Ainda os efeitos da grande seca na Vila de S. Bento; o Ginásio Pernambucano em 1879
Coluna 133 - 17/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (20) - Os efeitos da grande seca em São Bento
Coluna 132 - 10/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (19) - A corrupçao na vida pública; o espírito empreendedor do barão de Mauá
Coluna 131 - 03/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (18) - A terrível seca dos três sete
Coluna 130 - 26/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (17) - A inauguração do palacete da rua da Aurora enquanto a febre amarela grassa em Pernambuco
Coluna 129 - 19/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (16) - A revolução nas comunicações e o desfecho da Questão Religiosa
Coluna 128 - 12/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (15) - Dom Vital e a Questão Religiosa
Coluna 127 - 05/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (14) - A Lei do Ventre Livre
Coluna 126 - 29/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (13) - A Guerra do Paraguai
Coluna 125 - 22/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (12) - A Guerra do Paraguai
Coluna 124 - 15/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (11)
Coluna 123 - 08/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (10)
Coluna 122 - 01/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (9)
Coluna 121 - 23/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (8)
Coluna 120 - 16/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (7)
Coluna 119 - 09/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (6)
Coluna 118 - 02/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (5)
Coluna 117 - 26/01/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (4)
Coluna 116 - 19/01/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (3)
Coluna 115 - 11/01/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (2) O Diario de Pernambuco na História do Brasil
Coluna 114 - 29/12/2007 - Pingos de história do Império Brasileiro (1) - A chegada ao Brasil da família imperial portuguesa
Coluna 113 - 22/12/2007 - A Bíblia, um livro de inúmeras histórias
Coluna 112 - 15/12/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (34)
Coluna 111 - 08/12/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (33)
Coluna 110 - 01/12/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (32)
Coluna 109 - 24/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (31)
Coluna 108 - 17/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (30)
Coluna 107 - 10/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (29)
Coluna 106 - 03/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (28)
Coluna 105 - 27/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (27)
Coluna 104 - 20/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (26)
Coluna 103 - 13/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (25)
Coluna 102 - 06/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (24)
Coluna 101 - 29/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (23)
Coluna 100 - 23/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (22)
Coluna 99 - 15/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (21)
Coluna 98 - 08/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (20)
Coluna 97 - 01/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (19)
Coluna 96 - 25/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (18)
Coluna 95 - 18/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (17)
Coluna 94 - 11/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (16)
Coluna 93 - 04/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (15)
Coluna 92 - 28/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (14)
Coluna 91 - 21/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (13)
Coluna 90 - 14/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (12)
Coluna 89 - 07/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (11)
Coluna 88 - 30/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (10)
Coluna 87 - 23/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (9)
Coluna 86 - 16/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (8)
Coluna 85 - 09/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (7)
Coluna 84 - 02/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (6)
Coluna 83 - 26/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (5)
Coluna 82 - 19/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (4)
Coluna 81 - 12/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (3)
Coluna 80 - 05/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (2)
Coluna 79 - 28/04/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (1)
Coluna 78 - 21/04/2007 - A Guarda Nacional da Vila e Município de São Bento
Coluna 77 - 14/04/2007 - Fatos & gente são-bentenses das décadas de 1930 e 1940
Coluna 76 - 07/04/2007 - Uma breve visita à nossa querida São Bento do Una
Coluna 75 - 31/03/2007 - Planejamento familiar no Brasil: uma necessidade inadiável
Coluna 74 - 24/03/2007 - Hoje, meio século de uma tragédia são-bentense
Coluna 73 - 17/03/2007 - "Eu vi o mundo... Ele começava no Recife"
Coluna 72 - 10/03/2007 - Reminiscências de um menino de São Bento (7)
Coluna 71 - 03/03/2007 - Um fazendeiro são-bentense do século XIX
Coluna 70 - 24/02/2007 - O Rio de Janeiro será sempre o Rio de Janeiro
Coluna 69 - 17/02/2007 - Gilvan Lemos, simplesmente um escritor
Coluna 68 - 10/02/2007 - A Great Western da minha meninice: uma pequena história
Coluna 67 - 03/02/2007 - A declaração universal dos direitos humanos
Coluna 66 - 27/01/2007 - A revolta da chibata
Coluna 65 - 20/01/2007 - A revolta da vacina
Coluna 64 - 13/01/2007 - Apolônio Sales, um estadista de grande valor
Coluna 63 - 06/01/2007 - 2006: Um ano de saldo positivo apesar do pouco crescimento econômico
Coluna 62 - 30/12/2006 - A "Batalha da Borracha", um episódio esquecido da história do Brasil
Coluna 61 - 23/12/2006 - Alguns suicidas famosos (2/2)
Coluna 60 - 16/12/2006 - Alguns suicidas famosos (1/2)
Coluna 59 - 09/12/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (16)
Coluna 58 - 02/12/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (15)
Coluna 57 - 25/11/2006 - Congresso Nacional perdulário, povo paupérrimo
Coluna 56 - 18/11/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (14)
Coluna 55 - 15/11/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (13)
Coluna 54 - 14/10/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (4/4)
Coluna 53 - 07/10/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (3/4)
Coluna 52 - 30/09/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (2/4)
Coluna 51 - 23/09/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (1/4)
Coluna 50 - 16/09/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (12)
Coluna 49 - 09/09/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (11)
Coluna 48 - 02/09/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (10)
Coluna 47 - 26/08/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (9)
Coluna 46 - 08/07/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (8)
Coluna 45 - 01/07/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (7)
Coluna 44 - 24/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (6)
Coluna 43 - 17/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (5)
Coluna 42 - 10/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (4)
Coluna 41 - 03/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (3)
Coluna 40 - 27/05/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (2)
Coluna 39 - 20/05/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (6)
Coluna 38 - 13/05/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (1)
Coluna 37 - 06/05/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (5)
Coluna 36 - 29/04/2006 - Os planetas e seus satélites
Coluna 35 - 22/04/2006 - As impropriedades do quotidiano do brasileiro (2)
Coluna 34 - 15/04/2006 - As impropriedades do quotidiano do brasileiro (1)
Coluna 33 - 08/04/2006 - Nome de rua não deve ser mudado
Coluna 32 - 01/04/2006 - Brasil, nova potência petrolífera mundial!
Coluna 31 - 25/03/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (4)
Coluna 30 - 18/03/2006 - Biodiesel: um combustível social e ecológico
Coluna 29 - 11/03/2006 - Os livros de Sebastião Cintra
Coluna 28 - 04/03/2006 - Um sábado sangrento no Recife
Coluna 27 - 25/02/2006 - O início do resgate da nossa dívida social
Coluna 26 - 18/02/2006 - Fim da pobreza mundial até 2015
Coluna 25 - 11/02/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (3)
Coluna 24 - 04/02/2006 - Aspectos gerais da lei de responsabilidade fiscal
Coluna 23 - 28/01/2006 - Pernambuco começa a sair da letargia
Coluna 22 - 21/01/2006 - Perfil demográfico no mundo rico
Coluna 21 - 14/01/2006 - Brasil, potência mundial em 2020
Coluna 20 - 07/01/2006 - Os gatunos da esperança
Coluna 19 - 31/12/2005 - Josué Severino, o mestre e a Banda Santa Cecília
Coluna 18 - 24/12/2005 - Reminiscências de um menino de São Bento (2)
Coluna 17 - 17/12/2005 - Pequenas idéias para o desenvolvimento de São Bento do Una
Coluna 16 - 10/12/2005 - Do Estado pouco ou nada espero
Coluna 15 - 04/12/2005 - A América do Sul e o nazismo
Coluna 14 - 27/11/2005 - A Venezuela bolivariana de hoje
Coluna 13 - 26/11/2005 - Reminiscências de um menino de São Bento (1)
Coluna 12 - 13/11/2005 - A crise argentina
Coluna 11 - 13/11/2005 - A saga de Delmiro Gouveia
Coluna 10 - 10/11/2005 - O velho na legislação brasileira
Coluna 9 - 31/10/2005 - O projeto São Francisco
Coluna 8 - 24/10/2005 - Correio eletrônico, maravilha do nosso tempo
Coluna 7 - 13/10/2005 - Um século sem presidente paulista
Coluna 6 - 09/10/2005 - O Grande Pronome 'Lhe' Morreu!
Coluna 5 - 29/09/2005 - Brasil 2005 - Uma Economia Mais Forte
Coluna 4 - 22/09/2005 - As Vestais da Moralidade Pública
Coluna 3 - 15/09/2005 - Mordomia & Nepotismo
Coluna 2 - 07/09/2005 - Tratamento de Excelência
Coluna 1 - 07/08/2005 - Hiroshima - uma covardia inominável


©2003-2017 - Portal São Bento do Una