Nublado a parcialmente nublado

Máxima: 26 ºC
Mínima: 18 ºC

Navegando: Indisponível

Coluna 97: Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (19)
Publicada dia 01 de Setembro de 2007

Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (19)

O ano de 1900 foi um ano bendito, de otimismo esfuziante e de profundas realizações com a elite são-bentense devidamente engajada na consecução de diversos objetivos entre eles a constituição de uma agremiação que viesse proporcionar diversão e entretenimento, além de movimentar a vida social da localidade. Afinal de contas tudo estava devidamente traçado e havia uma conjunção de fatores favoráveis, a começar pelo juiz de direito da comarca, filho de um ex-governador do Estado, seguido pelo promotor de justiça, pelo juiz municipal, pelo vigário e por outras personalidades entre as quais comerciantes, artesãos, agricultores e criadores.


Toda essa gente estava imbuída do firme propósito de elevar a localidade a um patamar de destaque, no interior de Pernambuco, numa união de esforços sem precedentes que propiciou à novel cidade a "Sociedade 21 de Março", uma bem estruturada agremiação capaz de tirar São Bento daquela masmorra própria das localidades interioranas de então, com prado, teatro, música, biblioteca e a Gazeta de S. Bento, além de aulas noturnas de português, francês, latim, inglês, matemática, história natural, história geral e geografia, ministradas pelos sócios formados.

Para coroar toda essa justa euforia, o então deputado estadual Dr. Esmeraldino Bandeira, eleito pelo 3° distrito eleitoral do qual S. Bento fazia parte, havia, há tempo, apresentado à Câmara dos Deputados do Estado de Pernambuco, com o apoio firme e decidido de seu colega Dr. Celso de Souza, o Projeto de Lei n. 21, que propunha elevar a vila à condição de cidade, fato que se concretizou com a sanção da Lei Estadual n. 440, de 8 de junho de 1900.

A população recebeu a notícia com justo orgulho e de imediato se reuniu no Largo da Matriz. Diversos oradores manifestaram regozijo com tão significativa notícia. E em seguida a multidão aos brados de viva a nova cidade saiu em passeata até a casa das autoridades, tendo à frente a Filarmônica Santa Cecília, para as saudações. Girândolas de foguetões anunciaram aos quatro ventos a boa nova, servindo-se bebidas ao povo. Alguns bailes foram improvisados e vararam a madrugada em clima de paz e de alegria coletiva.

Dias depois, o Conselho Municipal em sessão extraordinária tomou conhecimento oficial da lei que elevou a vila à categoria de cidade e o fez de modo solene e brilhante. Diz a Gazeta de S. Bento, na sua edição n° 9, de 30 de julho de 1900:

"A sede do Conselho, bem ornamentada e completamente cheia de cavalheiros e senhoras, era de lindo aspecto. A Filarmônica tocou antes e depois da sessão bonitas peças, tendo usado a palavra o Coronel João Cintra, digno Presidente da municipalidade e seu Secretário, Major Quintino Valença. Finda a sessão, seguiu-se numerosa passeata que percorreu toda a cidade em meio do mais justo entusiasmo".

Vamos, a seguir, homenagear o grande jurista e político brasileiro de atuação nacional, Dr. Esmeraldino Bandeira, o homem que teve a feliz idéia de apresentar o projeto que, transformado em lei, conferiu a S. Bento os foros de cidade. O nome completo do então deputado estadual era Esmeraldino Olimpio de Torres Bandeira, nascido no Recife em 27 de fevereiro de 1865. De conformidade com o volume 4, página 284, do Dicionário Corográfico, Histórico e Estatístico de Pernambuco, de autoria do incansável Dr. Sebastião de Vasconcelos Galvão e reeditado em 2007, em original da época, graças aos esforços do historiador pernambucano Leonardo Dantas da Silva:

"Havendo feito os estudos escolares e de humanidades na terra de seu berço, em 1885, matriculou-se na Faculdade de Direito do Recife e em 1889 recebeu o grau de bacharel em ciências jurídicas e sociais. Republicano histórico, logo ao formar-se foi oficial maior da Secretaria do Governo do Estado de Pernambuco; deputado estadual de 1893 a 1895, Procurador-Geral da República no governo do Dr. Prudente de Moraes; Prefeito de município do Recife, 1898 a 1902, Deputado Federal em várias legislaturas, com grande destaque e elevação; Ministro do Interior do governo do Presidente Dr. Nilo Peçanha, em todo seu governo; advogado notável dos auditórios da Capital Federal; é ainda professor distinto de Direito Criminal da Faculdade de Direito, da Universidade do Rio de Janeiro. Reputado e jurisconsulto, tem publicado diversas obras. (Retrato, vol. I, página 4)."

A constituição da "Sociedade 21 de Março" conferiu a S. Bento grande prestígio, tendo a Gazeta de S. Bento como seu veículo propagador, de conformidade com diversas manifestações de carinho e de sucesso provindas da capital e de cidades do interior. Naquele momento histórico, o vigário, o juiz de direito da comarca, o promotor de justiça, o juiz municipal, o professor de instrução primária da vila, juntamente com os comerciantes, agricultores e pecuaristas se uniram para levar avante o nome da nova cidade. O juiz de direito da comarca era o Dr. Eduardo Correia da Silva, filho de um homem de grande prestígio, o desembargador José Antônio Correia da Silva, que em 23 de outubro de 1890 tomou posse como governador provisório de Pernambuco e governou até 17 de junho de 1891, data em que foi promulgada a primeira constituição de Pernambuco. Nesse mesmo dia, foi eleito indiretamente como primeiro governador, dentro do novo regime constitucional, o Barão de Lucena e vice-governador, o desembargador José Antônio Correia da Silva (que vinha desempenhando como titular).

Como o Barão de Lucena declarou não poder aceitar sua eleição, a assembléia constituinte houve por bem efetivar o desembargador Correia no cargo de governador e como vice-governador escolheu o Dr. Antônio Epaminondas de Barros Correia (Barão de Contendas), natural de Altinho. O governo constitucional do desembargador Correia da Silva foi breve, pois que em 27 de novembro de 1891 foi forçado a deixar o cargo, em conseqüência da renúncia do marechal Deodoro à presidência da República. Esse ano de 1891 foi muito conflituoso para a política pernambucana e brasileira, pois Deodoro ignorou muitos dispositivos da nova constituição. O mesmo destino teve o Barão de Contendas que, forçado pelas circunstâncias, foi compelido a deixar o governo para que um representante de confiança do vice-presidente Floriano Peixoto assumisse o governo do Estado. Como se nota, a nova República brasileira começou mal, atropelando a Constituição novinha em folha. Até o vice-presidente Floriano Peixoto deu seu golpezinho particular, pois como o presidente Deodoro havia renunciado antes do decurso da metade do período presidencial de quatro anos, tinha o vice-presidente a obrigação de convocar eleições para o cargo de presidente. Porém, Floriano fez ouvidos de mercador e em todos os atos de governo assinava como vice-presidente. Só a partir do meio do mandato é que passou a assinar como presidente da República. Este parêntesis se fez necessário para explicar as crises instituições brasileiras que vem de priscas épocas.

...

O Hipódromo Bela Vista, carro-chefe da seção esportiva da "Sociedade 21 de Março", teve duas inaugurações, uma provisória e outra definitiva em 15 de julho de 1900. A Gazeta de S. Bento de 30 de junho de 1900, referindo-se à inauguração provisória, disse que "a filarmônica alegrou a festa com seus acordes e reinou sempre o mais expressivo contentamento por parte dos que concorreram à atraente reunião esportiva".

A título de curiosidade histórica, transcrevemos o resultado das corridas da inauguração provisória:

1º páreo – 1000 metros. Desafio de Rs 700$000 (setecentos mil réis). "Sonso Alegre" (castanho) de propriedade de Antônio Barros e "Duvidoso" (pedrês), pertencente a F. Claudino. Venceu "Sonso Alegre" que fez muito boa corrida, dizendo os filhos da Candinha que ele é gato.

2º páreo – 600 metros. "Peia-Onça" (pedrês) de Antônio Barros e "Expresso" (castanho) de Claudino d´Almeida. Venceu o primeiro ganhando o prêmio o prêmio de Rs 400$000 (quatrocentos mil réis).

3º páreo - 800 metros. Desafio de Rs 500$000 (quinhentos mil réis)."Marcado" (preto) de Antônio de Barros e "Pirata" (alazão caxito) de José de Almeida. Venceu o primeiro.

4º páreo – 600 metros. "Admirado" (rodado), de Antônio Barros e "Procurado" (castanho) de Claudino d´Almeida. Venceu "Procurado" ganhando o prêmio de Rs 300$000 (trezentos mil réis).

5º páreo – 700 metros. Prêmio de Rs. 200$000 (duzentos mil réis) . "Pombo Roxo" (ruço), de Antônio Barros e "Montevidéu" (castanho), de Claudino d´Almeida. Venceu o primeiro.

6º páreo – 800 metros. Prêmio Rs 50$000 (cinqüenta mil réis). "Vellory" (alazão) de J. d`Almeida "Velocípede" (castanho) do Major José Bento. Venceu o primeiro.

A inauguração definitiva do Hipódromo Bela Vista foi noticiada com destaque pela Gazeta de S. Bento. Nessa reunião esportiva, serviram de juiz de chegada o coronel Felipe Manso e de partida, Liberato Siqueira, em substituição dos juizes anteriormente nomeados, que por justos motivos se recusaram. O resultado das corridas foi o seguinte:

1° páreo – Azar 500 metros para animais que nunca tivessem corrido no hipódromo. Participaram "Regalo", "Pronto" e "Peça-Fina". Ganhou "Peça-Fina".

2º páreo – Surpresa 600 metros. "Borracha" e "Borrego". Venceu "Borracha".

3º páreo – Gazeta de S. Bento 700 metros. "Nuvem Azul", "Velocípede" e "Expresso". Venceu "Velocípede".

4º páreo – Desafio 800 metros. "Cururipe" e "Rouxinol". Ganhou "Rouxinol".

5º páreo – Inauguração do Hipódromo 900 metros. Participaram: "Pirata", "Macaco" e "Tenebroso". Venceu "Pirata" que fez muito boa corrida.

E finalizando diz a Gazeta de S. Bento: "O jogo das poules esteve fraco, devido as apostas particulares. Prevenimos aos nossos associados que é vedado o jogo chamado "por fora" e aqueles que impingirem semelhante disposição incorrem em penas. Confiamos em bem da ordem que todos serão acordes no cumprimento do aviso acima feito em nome da diretoria".

Tudo faz crer que o Hipódromo Bela Vista tenha sido o primeiro organizado em São Bento e dispunha de acomodações como arquibancada, sala de apostas buffet e sala da diretoria. Anos mãos tarde, na década de 1940, pouco mais ou menos, Getúlio Valença fundou um Jockey Club que ficava no caminho que era o prolongamento da Rua do Prado, hoje Joaquim Nabuco. O autor destas linhas, menino metido, foi a diversas domingueiras esportivas no prado onde pontificavam cavalos puros-sangues, criados em S. Bento por Getúlio Valença e Zezo Lalau, sendo que alguns dos quais se apresentaram no famoso Hipódromo da Gávea do Rio de Janeiro. Zé Tito, Adauto Paiva, Né de Cícero, Anito Valença, entre outros, foram criadores, conforme lembra Leone Valença em suas deliciosas "Crônicas São-bentenses de Anteontem".

Não poderíamos terminar este artigo sem destacar os comerciantes e profissionais são-bentenses que ajudaram a Sociedade 21 de Março a manter, com seus anúncios, a Gazeta de S. Bento. Em homenagem àqueles antigos e abnegados cidadãos, vamos republicar alguns anúncios do ano de 1900:

1 - "Joaquim Manso da Silva Sobrinho tem o seu estabelecimento de molhados em condições de bem servir a seus amigos e fregueses.
São Bento.
Rua da Aurora."

2 – "Compras de algodão – São Bento
Rodolfo Paiva & Co. compram e descaroçam algodão em qualquer quantidade.
Casa de confiança."

3 – "Loja de Cabeleireiro
Rua do Comércio
José Francisco, o Zeca, transferiu sua loja do pateo da Matriz para a rua do Comércio, onde seus fregueses encontrarão todo asseio."

4 – Antônio ª de Oliveira Torres, no povoado de Cachoeirinha, tem seu estabelecimento de molhados plenamente sortido, procurando bem servir aos seus fregueses.
Município de São Bento."

5 – "Molhados – Antônio Alves de Couto tem seu negócio em condições de servir bem a todos os fregueses.
Cachoeirinha."

6 – "Padaria
José Hemetério fabrica diariamente pães e bolachas de diversas qualidades. Aceita encomendas dos lugares vizinhos para o fabrico de bolachinhas.
São Bento."

7 – "Loja de fazendas e miudeza
de Esperidião Guilherme de Azevedo – São Bento
Tendo recebido do Recife recentemente bons e variados sortimentos de fazendas de todas as qualidades e preços, espera que seus fregueses continuem a distingui-lo com sua confiança."

8 – "O Negra Velha molhados e secos.
José Joaquim de Santa Negra Velha."

9 – "André Alves Espíndola
Estabelecido no povoado da Cachoeirinha de São Bento tem um bom sortimento de fazendas que vende em conta.
Também compra algodão, assim como descaroça-o para o que tem um bem montada bolandeira".

Além desses anúncios, havia outros de milagrosos remédios e poções, de lojas comerciais e de médicos do Recife. E assim era o nosso incipiente comércio cujo movimento maior se dava aos sábados por ocasião da feira semanal.

Isto era nossa S. Bento do quase alvorecer do século XX. Fica o registro como nossas sinceras homenagens a todos os homens e mulheres, de épocas diversas, cujo honesto trabalho fez de nossa gleba um lugar pacífico e em constante desenvolvimento material e moral.


...


Para críticas e sugestões, dirija-se ao e-mail: orlandocalado@yahoo.com.br

Para ver e comentar fotos de pessoas e coisas de São Bento do Una, acesse a página: www.orlandocalado.flogbrasil.terra.com.br.





Pau Amarelo PE 1º de setembro de 2007

Orlando Calado é bacharel em direito.


Colunas anteriores:

Coluna 246 - 16/07/2017 - História de São Bento do Una, Pernambuco, Brazil
Coluna 245 - 10/05/2017 - Pleito de gratidão a Dirceu e Ludgero
Coluna 244 - 14/04/2017 - Historia Municipal - A morte do mesário eleitoral
Coluna 243 - 13/02/2017 - Treze anos sem Sebastião Soares Cintra
Coluna 242 - 27/01/2017 - Injustiça imperdoável
Coluna 241 - 22/01/2017 - Sem memória não há História
Coluna 240 - 18/12/2016 - Felipe Manso, o prefeito que não foi
Coluna 239 - 05/12/2016 - Osvaldo Maciel, um grande Homem
Coluna 238 - 30/11/2016 - O Açude do Doutor Olavo
Coluna 237 - 24/11/2016 - São Bento, vida política e administrativa em 1930
Coluna 236 - 20/06/2016 - Cadê as coisas que deixei?
Coluna 235 - 14/06/2016 - O Sindicato Pastoril de S. Bento, um avanço para a época
Coluna 234 - 07/06/2016 - Esmeraldino Bandeira, um esquecido na nossa História
Coluna 233 - 05/06/2016 - Tributo ao prefeito Manoel Cândido, de São Bento
Coluna 232 - 29/05/2016 - Agamenon Magalhães e São Bento do Una
Coluna 231 - 11/09/2015 - As meretrizes da São Bento dos velhos tempos
Coluna 230 - 30/04/2015 - Por que nossa data magna municipal é o 30 de abril?
Coluna 229 - 06/02/2015 - Rodolfo Paiva, um são-bentense honorário
Coluna 228 - 03/01/2015 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (6)
Coluna 227 - 02/01/2015 - Monsenhor José de Anchieta Callou
Coluna 226 - 27/12/2014 - Padre Joaquim Alfredo, um mártir
Coluna 225 - 19/09/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (5)
Coluna 224 - 29/07/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (4)
Coluna 223 - 15/07/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (3)
Coluna 222 - 23/06/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (2)
Coluna 221 - 05/06/2014 - Breve História de Adelmar Paiva e do seu tempo (1)
Coluna 220 - 15/05/2014 - Uma pena: Clávio de Melo Valença nos deixou
Coluna 219 - 13/05/2014 - O que foi feito de nossas coisas antigas? Cadê?
Coluna 218 - 12/05/2014 - Zé Bico e Beni, dois são-bentenses notáveis
Coluna 217 - 09/04/2014 - Cícero Romão Batista, o santo do Nordeste do Brasil
Coluna 216 - 17/10/2013 - É hora de o político abrir os olhos
Coluna 215 - 02/10/2013 - A elite reacionária de ontem, de hoje e de sempre
Coluna 214 - 06/09/2013 - Custa caro um deputado federal pernambucano
Coluna 213 - 18/07/2013 - É duro ser um brasileiro comum, pagador de impostos
Coluna 212 - 14/07/2013 - Considerações várias sobre uma pequena cidade
Coluna 211 - 29/06/2013 - Lêucio Mota, estadista são-bentense do Una
Coluna 210 - 27/06/2013 - Nobre é a missão do professor
Coluna 209 - 21/06/2013 - Este País parece que não tem jeito mesmo
Coluna 208 - 16/06/2013 - Apolônio Sales, estadista brasileiro, o homem que tirou o Nordeste das trevas
Coluna 207 - 06/06/2013 - Registro histórico da posse de Gilvan Lemos na APL
Coluna 206 - 14/05/2013 - A grande seca de 2013
Coluna 205 - 06/05/2013 - Quebra de sigilo bancário
Coluna 204 - 30/04/2013 - Datas notáveis de São Bento do Una, edição revista e ampliada
Coluna 203 - 26/04/2013 - E as bombas da maratona de Boston?
Coluna 202 - 16/01/2012 - Enaltecendo São Bento e a Festa dos Santos Reis
Coluna 201 - 30/04/2011 - São Bento do Una: 151 anos de governo próprio
Coluna 200 - 05/04/2011 - Padre João Rodrigues, o semeador de templos
Coluna 199 - 15/10/2010 - O espírito pioneiro são-bentense do Una (1)
Coluna 198 - 22/07/2010 - Jackson do Pandeiro, o ritmista virtuoso
Coluna 197 - 13/04/2010 - Datas notáveis de S. Bento do Una desde os primórdios ao centenário de sua emancipação política em 1960
Coluna 196 - 28/02/2010 - Legado à posteridade
Coluna 195 - 22/01/2010 - Considerações finais a respeito do Governo Provisório da República de 1889
Coluna 194 - 30/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (37) (Fim da Série)
Coluna 193 - 20/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (36)
Coluna 192 - 09/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (35)
Coluna 191 - 02/12/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (34)
Coluna 190 - 25/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (33)
Coluna 189 - 18/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (32)
Coluna 188 - 11/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (31)
Coluna 187 - 04/11/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (30)
Coluna 186 - 27/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (29)
Coluna 185 - 21/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (28)
Coluna 184 - 14/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (27)
Coluna 183 - 07/10/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (26)
Coluna 182 - 30/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (25)
Coluna 181 - 23/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (24)
Coluna 180 - 16/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (23)
Coluna 179 - 09/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (22)
Coluna 178 - 02/09/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (21)
Coluna 177 - 26/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (20)
Coluna 176 - 19/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (19)
Coluna 175 - 12/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (18)
Coluna 174 - 05/08/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (17)
Coluna 173 - 29/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (16)
Coluna 172 - 22/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (15)
Coluna 171 - 16/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (14)
Coluna 170 - 08/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (13)
Coluna 169 - 01/07/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (12)
Coluna 168 - 25/06/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (11)
Coluna 167 - 17/06/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (10)
Coluna 166 - 09/06/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (9)
Coluna 165 - 27/05/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (8)
Coluna 164 - 17/05/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (7)
Coluna 163 - 29/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (6)
Coluna 162 - 22/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (5)
Coluna 161 - 15/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (4)
Coluna 160 - 08/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (3)
Coluna 159 - 01/04/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (2)
Coluna 158 - 21/03/2009 - A República Brasileira de 1889, uma instituição militar positivista (1)
Coluna 157 - 25/02/2009 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (14) (final da série)
Coluna 156 - 22/11/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (13)
Coluna 155 - 08/11/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (12)
Coluna 154 - 25/10/2008 - S.Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (11)
Coluna 153 - 18/10/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (10)
Coluna 152 - 11/10/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (9)
Coluna 151 - 27/09/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (8)
Coluna 150 - 20/09/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (7)
Coluna 149 - 13/09/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (6)
Coluna 148 - 06/09/2008 - S. Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (5)
Coluna 147 - 30/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (4)
Coluna 146 - 24/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (3)
Coluna 145 - 16/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (2)
Coluna 144 - 09/08/2008 - São Bento do Una, um breve passeio ao longo de sua história (1)
Coluna 143 - 02/08/2008 - O presídio de Fernando de Noronha e seu regime jurídico no final do Império (3/3)
Coluna 142 - 19/07/2008 - O presídio de Fernando de Noronha e seu regime jurídico no final do Império (2/3)
Coluna 141 - 12/07/2008 - O presídio de Fernando de Noronha e seu regime jurídico no final do Império (1/3)
Coluna 140 - 05/07/2008 - As comarcas de Pernambuco, do Sertão e do Rio de S. Francisco e a separação da última da província de Pernambuco
Coluna 139 - 28/06/2008 - A extraordinária figura de Dom João VI, primeiro e único rei do Brasil
Coluna 138 - 21/06/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (25) - O trabalho servil e as suas conseqüências danosas que fazem do Brasil um país de povo pobre
Coluna 137 - 14/06/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (24) - A abolição da escravatura no Ceará, a povoação de Boa Viagem do Recife entre outros assuntos
Coluna 136 - 07/06/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (23) - A crise no abastecimento de água no Recife. Relatório do governo: as chuvas diminuem a bandidagem
Coluna 135 - 31/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (22) - O projeto de lei de Joaquim Nabuco abolindo a escravidão e a chamada Lei Saraiva que restringiu o voto
Coluna 134 - 24/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (21) - Ainda os efeitos da grande seca na Vila de S. Bento; o Ginásio Pernambucano em 1879
Coluna 133 - 17/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (20) - Os efeitos da grande seca em São Bento
Coluna 132 - 10/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (19) - A corrupçao na vida pública; o espírito empreendedor do barão de Mauá
Coluna 131 - 03/05/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (18) - A terrível seca dos três sete
Coluna 130 - 26/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (17) - A inauguração do palacete da rua da Aurora enquanto a febre amarela grassa em Pernambuco
Coluna 129 - 19/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (16) - A revolução nas comunicações e o desfecho da Questão Religiosa
Coluna 128 - 12/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (15) - Dom Vital e a Questão Religiosa
Coluna 127 - 05/04/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (14) - A Lei do Ventre Livre
Coluna 126 - 29/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (13) - A Guerra do Paraguai
Coluna 125 - 22/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (12) - A Guerra do Paraguai
Coluna 124 - 15/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (11)
Coluna 123 - 08/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (10)
Coluna 122 - 01/03/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (9)
Coluna 121 - 23/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (8)
Coluna 120 - 16/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (7)
Coluna 119 - 09/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (6)
Coluna 118 - 02/02/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (5)
Coluna 117 - 26/01/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (4)
Coluna 116 - 19/01/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (3)
Coluna 115 - 11/01/2008 - Pingos de história do Império Brasileiro (2) O Diario de Pernambuco na História do Brasil
Coluna 114 - 29/12/2007 - Pingos de história do Império Brasileiro (1) - A chegada ao Brasil da família imperial portuguesa
Coluna 113 - 22/12/2007 - A Bíblia, um livro de inúmeras histórias
Coluna 112 - 15/12/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (34)
Coluna 111 - 08/12/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (33)
Coluna 110 - 01/12/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (32)
Coluna 109 - 24/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (31)
Coluna 108 - 17/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (30)
Coluna 107 - 10/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (29)
Coluna 106 - 03/11/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (28)
Coluna 105 - 27/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (27)
Coluna 104 - 20/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (26)
Coluna 103 - 13/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (25)
Coluna 102 - 06/10/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (24)
Coluna 101 - 29/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (23)
Coluna 100 - 23/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (22)
Coluna 99 - 15/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (21)
Coluna 98 - 08/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (20)
Coluna 97 - 01/09/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (19)
Coluna 96 - 25/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (18)
Coluna 95 - 18/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (17)
Coluna 94 - 11/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (16)
Coluna 93 - 04/08/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (15)
Coluna 92 - 28/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (14)
Coluna 91 - 21/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (13)
Coluna 90 - 14/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (12)
Coluna 89 - 07/07/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (11)
Coluna 88 - 30/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (10)
Coluna 87 - 23/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (9)
Coluna 86 - 16/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (8)
Coluna 85 - 09/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (7)
Coluna 84 - 02/06/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (6)
Coluna 83 - 26/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (5)
Coluna 82 - 19/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (4)
Coluna 81 - 12/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (3)
Coluna 80 - 05/05/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (2)
Coluna 79 - 28/04/2007 - Fatos & gente são-bentenses de épocas diversas (1)
Coluna 78 - 21/04/2007 - A Guarda Nacional da Vila e Município de São Bento
Coluna 77 - 14/04/2007 - Fatos & gente são-bentenses das décadas de 1930 e 1940
Coluna 76 - 07/04/2007 - Uma breve visita à nossa querida São Bento do Una
Coluna 75 - 31/03/2007 - Planejamento familiar no Brasil: uma necessidade inadiável
Coluna 74 - 24/03/2007 - Hoje, meio século de uma tragédia são-bentense
Coluna 73 - 17/03/2007 - "Eu vi o mundo... Ele começava no Recife"
Coluna 72 - 10/03/2007 - Reminiscências de um menino de São Bento (7)
Coluna 71 - 03/03/2007 - Um fazendeiro são-bentense do século XIX
Coluna 70 - 24/02/2007 - O Rio de Janeiro será sempre o Rio de Janeiro
Coluna 69 - 17/02/2007 - Gilvan Lemos, simplesmente um escritor
Coluna 68 - 10/02/2007 - A Great Western da minha meninice: uma pequena história
Coluna 67 - 03/02/2007 - A declaração universal dos direitos humanos
Coluna 66 - 27/01/2007 - A revolta da chibata
Coluna 65 - 20/01/2007 - A revolta da vacina
Coluna 64 - 13/01/2007 - Apolônio Sales, um estadista de grande valor
Coluna 63 - 06/01/2007 - 2006: Um ano de saldo positivo apesar do pouco crescimento econômico
Coluna 62 - 30/12/2006 - A "Batalha da Borracha", um episódio esquecido da história do Brasil
Coluna 61 - 23/12/2006 - Alguns suicidas famosos (2/2)
Coluna 60 - 16/12/2006 - Alguns suicidas famosos (1/2)
Coluna 59 - 09/12/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (16)
Coluna 58 - 02/12/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (15)
Coluna 57 - 25/11/2006 - Congresso Nacional perdulário, povo paupérrimo
Coluna 56 - 18/11/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (14)
Coluna 55 - 15/11/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (13)
Coluna 54 - 14/10/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (4/4)
Coluna 53 - 07/10/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (3/4)
Coluna 52 - 30/09/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (2/4)
Coluna 51 - 23/09/2006 - Modos de falar diferentes no Brasil e em Portugal (1/4)
Coluna 50 - 16/09/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (12)
Coluna 49 - 09/09/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (11)
Coluna 48 - 02/09/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (10)
Coluna 47 - 26/08/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (9)
Coluna 46 - 08/07/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (8)
Coluna 45 - 01/07/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (7)
Coluna 44 - 24/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (6)
Coluna 43 - 17/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (5)
Coluna 42 - 10/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (4)
Coluna 41 - 03/06/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (3)
Coluna 40 - 27/05/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (2)
Coluna 39 - 20/05/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (6)
Coluna 38 - 13/05/2006 - Aumentando os conhecimentos gerais (1)
Coluna 37 - 06/05/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (5)
Coluna 36 - 29/04/2006 - Os planetas e seus satélites
Coluna 35 - 22/04/2006 - As impropriedades do quotidiano do brasileiro (2)
Coluna 34 - 15/04/2006 - As impropriedades do quotidiano do brasileiro (1)
Coluna 33 - 08/04/2006 - Nome de rua não deve ser mudado
Coluna 32 - 01/04/2006 - Brasil, nova potência petrolífera mundial!
Coluna 31 - 25/03/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (4)
Coluna 30 - 18/03/2006 - Biodiesel: um combustível social e ecológico
Coluna 29 - 11/03/2006 - Os livros de Sebastião Cintra
Coluna 28 - 04/03/2006 - Um sábado sangrento no Recife
Coluna 27 - 25/02/2006 - O início do resgate da nossa dívida social
Coluna 26 - 18/02/2006 - Fim da pobreza mundial até 2015
Coluna 25 - 11/02/2006 - Reminiscências de um menino de São Bento (3)
Coluna 24 - 04/02/2006 - Aspectos gerais da lei de responsabilidade fiscal
Coluna 23 - 28/01/2006 - Pernambuco começa a sair da letargia
Coluna 22 - 21/01/2006 - Perfil demográfico no mundo rico
Coluna 21 - 14/01/2006 - Brasil, potência mundial em 2020
Coluna 20 - 07/01/2006 - Os gatunos da esperança
Coluna 19 - 31/12/2005 - Josué Severino, o mestre e a Banda Santa Cecília
Coluna 18 - 24/12/2005 - Reminiscências de um menino de São Bento (2)
Coluna 17 - 17/12/2005 - Pequenas idéias para o desenvolvimento de São Bento do Una
Coluna 16 - 10/12/2005 - Do Estado pouco ou nada espero
Coluna 15 - 04/12/2005 - A América do Sul e o nazismo
Coluna 14 - 27/11/2005 - A Venezuela bolivariana de hoje
Coluna 13 - 26/11/2005 - Reminiscências de um menino de São Bento (1)
Coluna 12 - 13/11/2005 - A crise argentina
Coluna 11 - 13/11/2005 - A saga de Delmiro Gouveia
Coluna 10 - 10/11/2005 - O velho na legislação brasileira
Coluna 9 - 31/10/2005 - O projeto São Francisco
Coluna 8 - 24/10/2005 - Correio eletrônico, maravilha do nosso tempo
Coluna 7 - 13/10/2005 - Um século sem presidente paulista
Coluna 6 - 09/10/2005 - O Grande Pronome 'Lhe' Morreu!
Coluna 5 - 29/09/2005 - Brasil 2005 - Uma Economia Mais Forte
Coluna 4 - 22/09/2005 - As Vestais da Moralidade Pública
Coluna 3 - 15/09/2005 - Mordomia & Nepotismo
Coluna 2 - 07/09/2005 - Tratamento de Excelência
Coluna 1 - 07/08/2005 - Hiroshima - uma covardia inominável


©2003-2017 - Portal São Bento do Una